Braço-Forte condecora quem o

 ajudou a derrotar terror comunista

 

E a Mão-Amiga faz entrega solene dessas condecorações


Ao receber o Diploma de Colaborador Emérito do Exército Brasileiro

 

O Coronel Antônio Lepiane, então no comando do 4º \regimento de Infantaria (4º RI), explica as características do Campo de Tiro que ele projetou e construiu para o treinamento dessa Unidade, em Quitauna, entre  Osasco e Barueri - SP

 

 

 

 

O Coronel Lepiane explica o funcionamento do campo de treinamento do 4º RI, único com tais dimensões no âmbito do II Exército (hoje Comando Militar do Sudeste)
Além de Coronel do EB, Antônio Lepiane era engenheiro formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Por isso projetou e construiu o Campo de Tiro do Regimento verde-oliva sob o seu comando.

Crisma no 4º RI, tendo como Padrinho o coronel Antônio Lepiane (foto) comandante dessa Unidade

Desfile comemorativo do Regimento, encerrando as cerimônias

 Diplomas e medalhas no QG do antigo II Exército

(hoje Comando Militar do Sudeste), na praça Sargento Mário Kozel Filho, Parque do Ibirapuera SP.

Sob o comando do General Milton Tavares de Souza, no Dia do Soldado, entrega das condecorações outorgadas pelo Exército Brasileiro, entre elas a Medalha do Pacificador, a mim conferida em seguida ao Diploma de Colaborador Emérito do EB. Também entre os condecorados, o governador Paulo Maluf, o prefeito Reinaldo de Barros e o então delegado, depois senador da República,  Romeu Tuma